quarta-feira, 16 de março de 2011

10 razões para viver a castidade



Livro: A cura de nossa afetividade e sexualidade
Capítulo: Sexo Perfeito: Entrega e Santidade
Autor: Prof. Felipe Aquino
Digitalização: Rogério Sacro Sanctus


Pagam um alto preço todos os que debocham de sua busca pela santidade, que caçoam de você, duvidando de sua masculinidade por você não querer transar com diferentes mulheres. O sexo fora do casamento é triste e por isso a Igreja nos fala da castidade.
Solteiros e casados são convidados a viver a castidade, não tendo vida sexual ativa antes do matrimônio nem fora dele respectivamente.
Apresento dez razões para que você queira viver a castidade
1- Para fazer a vontade de Deus
2- Para não pecar e por isso ser feliz
3- Para não haver na sua vida uma gravidez indesejada. Você não será mãe e nem pai antes da hora; não terá vergonha dos seus pais
4- Porque não haverá doenças venéreas em sua vida. Você nunca transmitirá para seus filhos uma doença contraída via sexo. Nunca vai passar AIDS ou sífilis a eles.
5- Porque você dará um exemplo muito importante para o mundo. Aqueles que criticam a castidade o fazem porque não conseguem vivê-la. Santo Agostinho dizia que aquele que não consegue viver a virtude, critica os que vivem, exatamente porque não consegue vivê-la.
6- Porque vivendo a castidade irá canalizar suas energias para o seu desenvolvimento, seu trabalho, seus estudos, seu apostolado. A castidade faz o jovem ser integrado no seu ser.
7- Para respeitar a pessoa do outro. Você não é dono do corpo de sua namorada, assim como a sua namorada não é dona do seu corpo. Apenas o corpo de sua esposa lhe pertence, embora isso não signifique que você possa fazer do corpo dela o que quiser. Como cônjuges, vocês tem direito a vida sexual, porque pela união diante de Deus tornaram-se uma só carne.
8- Para não haver aborto em sua vida
9- Porque você construirá uma família forte e santa.
10- Porque você aprenderá o domínio da vontade, o autocontrole. Muitos casais se separam por causa da infidelidade um do outro, das traições. Porque os homens se dobram diante de mulheres mais jovens, mais bonitas do que a deles? Porque as mulheres se encantam com rapazes mais novos? Porque o ser humano tem cedido aos impulsos carnais? Porque não aprendeu a treinar a própria vontade, a se dominar, a ter autocontrole.
É na vida de solteiro que se faz o exercício da castidade e se treina o domínio de si mesmo. O livro dos provérbios diz:
“É melhor o paciente que o valente; quem domina a si mesmo vale mais que o conquistador de cidades" (cf. Pr 16,32)
Talvez seja fácil construir uma cidade, porém é muito mais difícil dominar a si mesmo.
Portanto vamos viver a santidade! Nada de homossexualismo, nada de masturbação - isso também é fora do plano de Deus. O Catecismo da Igreja é claro a respeito da masturbação. Acredito ser conveniente transcrever um trecho do que nele está escrito, porque, infelizmente, alguns padres e teólogos afirmam não haver problema em praticar a masturbação, mas ela é fora do plano de Deus:
“Na linha de uma tradição constante, tanto o magistério da Igreja como o senso moral dos fiéis afirmaram sem hesitação que a masturbação é um ato intrínseca e gravemente desordenado" (CIC 2352)
Quando a Igreja fala que um ato é intrínseca (por dentro) e gravemente desordenado, esta dizendo que é pecado, é desordem moral. Sendo assim não é possível a luz da Igreja dizer que a masturbação não é pecado.
O jovem que faz o exercício da castidade exercita o autocontrole. Será um pai, um esposo fiel a sua esposa. Acredite nisso!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...